Mamãe, Pega Leve!

Parece bobo, mas coisas normais e rápidas do dia a dia, como comprar pão, abastecer o carro e ir ao mercado se tornaram complicadas quando precisei realizá-las junto com duas crianças. Por algum tempo meu sonho foi o de encontrar padarias e farmácias drive thru, mas minha maior dificuldade era mesmo o supermercado, de onde muitas vezes voltei chorando porque não conseguia me concentrar nas compras. Enquanto eu dizia “filho não mexe, vem aqui do ladinho da mamãe”, ele corria, derrubava frutas, lambia o vidro da geladeira do açougue e mexia em tudo o que via pela frente. 

Lembro que um dia conversei com minha sogra pois estava me sentindo exausta e desanimada e ela disse: “Carol, eu lí muitos livros sobre educação de filhos, mas a verdade é que nas horas mais difíceis quem me socorreu e me deu os melhores direcionamentos foi Deus”. E eu pensei: “Por que estou sofrendo e tentando resolver as coisas sozinha?” Foi então que entreguei minhas aflições pra Ele:
_Senhor me perdoa, como não corri pra ti antes? Tais aí?
_Deus eu não aguento mais, tá muito difícil pra mim, me ajuda com meus filhos!
_Eu falo e eles não entendem!
_Eles não obedecem as minhas ordens!
_Não tenho vontade de sair de casa com eles e me sinto limitada! 
_Vejo outras mães alegres ao meu redor e eu tão estressada!
_Eu não sei mais o que fazer! 
Deus foi rápido e durante minha oração direcionou meus olhares por outro ângulo e percebi que eu era a pessoa que precisava de mudanças, pois estava criando expectativas inatingíveis e regras que meus filhos não estavam prontos para obedecer. Afinal, qual é a criança de dois anos que vai ao mercado, não mexe em nada e fica andando do ladinho da mamãe? Definitivamente eu precisava pegar mais leve com eles e principalmente comigo mesma e o mais importante, me apoiar no Senhor, pois somente Ele era capaz de me tornar uma mulher mais paciente e sensível a forma como meus filhos enxergavam o mundo ao redor.
Na semana seguinte lá fui eu as compras com meus filhos e tive uma experiência marcante. É claro que não flutuei sorridente pelos corredores e meus filhos não se tornaram as crianças mais obedientes do mundo, mas a impressão que eu tive era a de conseguir olhar além das atitudes dos meus filhos e compreender as necessidades e os sentimentos deles. A cena que guardo na memória foi a da escolha de um carrinho. Um dos meus filhos ficou quase 15 minutos indeciso e não conseguia decidir qual carrinho ia levar: “Mãe posso levar esses três?”; e eu dizia: Não, você sabe que é só um. Depois, indo em direção ao caixa, meu filho saiu correndo e parou em frente a estante de carrinhos novamente. Fui atrás dele, quando o ouvi dizer: “tchau carrinhos, não fiquem tristes, da próxima vez eu levo vocês!”
Deus é mesmo incrível!
Mesmo que possa parecer boba a tua aflição, entregue nas mãos dEle, Ele vai te ajudar 🙂
Abraços,
Carol

“Peçam, e será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta será aberta. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta será aberta” (Mateus 7:7-8).

8 comentários em “Mamãe, Pega Leve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s